top of page
  • CBN Ponta Grossa

Crea-PR empossa 59 novos conselheiros

No Paraná, são no total 151 conselheiros, com uma Plenária com representantes de todas as regiões

Solenidade de posse foi realizada no auditório Caio Amaral Gruber, na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP). Foto: Divulgação

Foram empossados nessa segunda-feira (22), 59 conselheiros titulares e suplentes, das diversas modalidades do Sistema Confea/Crea, indicados pelas Entidades de Classe e Instituições de Ensino do Paraná. Eles passam a fazer parte do Plenário do CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO PARANÁ (Crea-PR), que é o órgão colegiado decisório da estrutura básica que tem por finalidade decidir os assuntos relacionados às competências do Conselho. A solenidade de posse foi realizada no auditório Caio Amaral Gruber, na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP).


Em 2024, o Crea-PR contará com 151 conselheiros para compor o Plenário, sendo 107 representantes das Entidades de Classe 44 representantes das Instituições de Ensino, todos eles profissionais de nível superior, que passam a atuar juntamente com a autarquia na defesa e valorização das profissões das Engenharias, Agronomia e Geociências.


A entrada desses profissionais confirma o cumprimento do Art. 43 da Lei n.º 5.194 de 1966, que determina que o Plenário dos Creas deve se renovar anualmente pelo terço de seus membros. Todos são cargos honoríficos, eleitos para mandatos de três anos, com direito à recondução.


Pela Regional Ponta Grossa do Crea-PR uma das conselheiras que tomou posse foi a Engenheira Civil Margolaine Giacchini, que representa o Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (Senge). Para ela, é fundamental a participação de engenheiros, agrônomos e geocientistas no sistema profissional.


“Os conselheiros desempenham um relevante papel na estrutura organizacional do Crea-PR, seja na aprovação do regimento e orçamento ou na análise de processos, visando sempre a defesa da sociedade através da exigência da responsabilidade profissional”, frisa.


O Engenheiro Agrônomo Ricardo Ayub, representante da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) no Conselho, também assumiu como conselheiro. A intenção, segundo ele, é dar atenção à formação profissional.


“Com quase 37 anos de experiência profissional, voltada à pesquisa agronômica, quero poder auxiliar os colegas engenheiros agrônomos no sucesso da sua atividade profissional seguindo as normas e regulamentações vigentes. Espero também com minha experiência internacional contribuir para um debate sobre o futuro que queremos, não só no âmbito profissional, mas também para o Paraná e o País”, comenta.


A escolha dos representantes das Entidades de Classe (titular e suplente) ocorreu através de eleição entre seus pares, conforme regras constantes nos respectivos estatutos das entidades, e a escolha para indicação dos representantes das Instituições de Ensino se deu conforme o regimento de cada instituição.


Os procedimentos relativos ao processo de renovação do terço no âmbito dos Creas são conduzidos por uma comissão permanente, denominada Comissão de Renovação do Terço – CRT, instituída pelo plenário, em sua primeira sessão anual.


Essa Comissão, anualmente, analisa a proporcionalidade, entre as áreas profissionais e propõe a composição do Plenário e das Câmaras Especializadas, para o ano seguinte, através da elaboração de uma proposta de renovação do terço.


Das Assessorias

Комментарии


bottom of page