top of page
  • Ricardo Silveira

Denúncia de troca de mensagens de cunho racista e de apologia ao nazismo é investigada na UEPG

Caso envolve alunos do primeiro ano do curso de jornalismo da instituição

(Foto: Reprodução).

Nova denúncia de troca de mensagens de cunho racista e de apologia ao nazismo é investigada na UEPG – Universidade Estadual de Ponta Grossa.


O caso envolve alunos do primeiro ano do curso de jornalismo da instituição.


Segundo a denúncia, as mensagens teriam sido trocadas durante uma palestra sobre a luta das mulheres por direitos no Brasil e contavam com conteúdo racista e imagens de Hitler.


Em nota, a UEPG confirmou que encaminhou a denúncia à Pró-reitoria de Assuntos Estudantis e à Ouvidoria.


Frisou também que atua ativamente contra o racismo, com o desenvolvimento de campanhas contínuas sobre o tema.


Lembrando que em dezembro do ano passado, a UEPG expulsou sete alunos envolvidos também envolvidos em caso de racismo em um aplicativo de mensagens.


As mensagens foram trocadas por estudantes do curso de Agronomia da Instituição.


Os conteúdos de teor racista e cunho homofóbico foram publicados em forma de figurinhas entre os alunos.


Afastamento dos suspeitos


Em nota divulgada nesta segunda-feira, 27, a UEPG confirmou que os calouros do curso de jornalismo serão afastados cautelarmente das suas atividades na instituição.


Confirmou também que a UEPG está em fase de instauração de uma comissão de inquérito disciplinar que julgará a denúncia em sigilo.

Comments


bottom of page