top of page
  • CBN Ponta Grossa

‘Deus Pai’ faz almoço comunitário de Natal em PG

Dom Sergio celebrou missa, fez batizados e crismas na Comunidade


No último domingo (24), na Comunidade Deus Pai, o bispo Dom Sergio Arthur Braschi participou de um almoço comunitário ao lado de aproximadamente 50 pessoas. Antes, celebrou missa, batizados, primeiras eucaristias e crismas, acompanhando profissões de fé de alguns dos acolhidos. Felipe Marcondes foi batizado e crismado, e, André Gregório, André Luiz Maciel e Luiz Carlos dos Reis foram crismados. Houve cortes de cabelo gratuitos. Os membros da Comunidade fizeram uma homenagem ao bispo pelo apoio, incentivo e presença sempre que chamado.


Muito emocionado, André Luiz foi crismado por Dom Sergio. “Sempre tive intimidade com Deus, mas estava afastado. Fiquei sem casa, sem emprego, sem amigos e estava sozinho, com a minha Bíblia. Foi quando pedi ajuda para Deus, gritei em voz alta na rua. Segundo depois, a primeira coisa que aparece foi o carro da ‘Deus Pai’. Eles em acolheram como um filho. Eram duas da manhã, eu estava atras do shopping, mexendo no lixo, procurando comida. Não tinha como pedir a alguém. Quando me deparei com essa situação eu pensei: ‘está errado isso’ Foi quando eu gritei: ‘Jesus me tire daqui!’

Três passos que dei, estavam reunidas aquelas pessoas, junto do carro e me deu vontade de correr na direção deles. Fui até eles e perguntei o que estava acontecendo. Me contaram que estavam ali servindo uma sopa para pessoas que moram na rua e perguntaram se eu queria. Disse que queria, que fazia horas que não comia. O Roberto (Carlos do Amaral, o Irmão Roberto de São José)’ perguntou se eu queria ir à Comunidade. Respondi inicialmente que não. Segundo depois, pensei melhor e entendi que estava sendo uma resposta de Jesus, a quem eu tinha acabado de pedir. Cheguei aqui, tinha uma cama quentinha me esperando, um prato de comida, roupa limpa. Eles me abraçaram, meu Deus. Eu estava todo sujo, fedido...Desde então, eu fui restaurando minha dignidade como pessoa. Desde lá, são passos para cima, aqui dentro. Dou graças a Deus pela vida de todos aqui, minha família”, contou, aos prantos.


Para Dom Sergio, é uma grande alegria a Igreja de Ponta Grossa ter esse serviço. “São várias comunidades que se dedicam aos moradores de rua. Pessoas que estão muitas vezes à margem da sociedade não porque querem, mas porque não são acolhidos, devidamente apoiados para uma reconstrução da vida. Quero agradecer muito a Deus pela iniciativa dessas pessoas que sentiram esse chamado no coração de começar a visitar, levar uma sopa, um alimento, no meio da noite, para esses moradores de rua, encontrando alguns dispostos a vir fazer um tempo de reconstrução”, enalteceu, citando que há muitos anos, por ocasião do Natal, faz a celebração. “Hoje, particularmente, tendo a alegria de um batizado, depois as quatro crismas e primeiras eucaristias de alguns deles. Que Deus abençoe a todos os benfeitores que ajudam”, destacou Dom Sergio.


Padre Mário Dwulatka, que acompanha de perto a caminhada da Comunidade Deus Pai como assessor eclesiástico, lembrou a universalidade do atendimento prestado pela casa.  “Fazemos todo o encaminhamento do trabalho social através da equipe técnica, assistente social, psicóloga, conforme as exigências do Conselho Municipal de Assistência Social. Por ser uma comunidade católica temos ‘um a mais’, que vai além das exigências da sociedade civil, que é a busca de apresentar para cada um daqueles que são aqui acolhidos a dignidade de filhos e filhas de Deus. E aqueles que vão dando passos na fé, vão dando passos também nos sacramentos, como aconteceu hoje, com a profissão de fé, batismo, primeira eucaristia e a crisma, a confirmação na fé. Trabalho em uma visão holística, completa, que leva em consideração a parte humana, encaminhada com a rede de apoio; a social, psicológica, a espiritual, e, a que liga ao retorno às suas famílias e ao trabalho, depois, na sequência. Com essa dimensão espiritual e, sobretudo, religiosa, na liberdade de cada um, é um trabalho envolvente em sua totalidade. Fico muito feliz com a realização de todos esses passos”, avaliou padre Mário.


A Comunidade Católica Deus Pai comemorou 11 anos de fundação, atendendo atualmente 14 pessoas. Há cinco anos está na nova sede, na Vila Hilgenberg. O fundador da Comunidade é Roberto Carlos do Amaral, que, em junho de 2022, confirmou seu compromisso definitivo, passando a ser chamado ‘Irmão Roberto de São José’.

 

Das Assessorias

Fotos: AssCom Diocese de Ponta Grossa

bottom of page