• Redação

Eleição 2020: Votos brancos e nulos não anulam uma eleição

Especialista destaca a diferença entre o voto nulo e branco nas eleições


O voto é obrigatório para pessoas alfabetizadas entre 18 e 70 anos, porém, quando está em frente com a urna o eleitor é livre para escolher o seu candidato ou não escolher candidato algum. Isto é, o cidadão precisa a comparecer ao local de votação, mas pode optar por votar em branco ou anular o voto.


A presidente do Instituto Paranaense de Direito Eleitoral (Iprade), Ana Carolina Clève, destaca a diferença entre o voto nulo e branco.


Ouça abaixo


Atualmente, vigora nas eleições o princípio da maioria absoluta de votos válidos. A advogada esclarece que os nulos e brancos não são contados.


Ouça abaixo


Para votar nulo, o eleitor precisa digitar um número de candidato inexistente. Essa ação pode acontecer de forma espontânea ou quando o cidadão erra e aperta confirma. Segundo Ana Cléve, para evitar a situação, as ‘colinhas’ são recomendadas.


Ouça abaixo


A presidente do Instituto lembra que o voto é um direito conquistado e os eleitores não podem deixar de manifestar sua preferência diante das urnas.


Ouça


No dia 15 de novembro, quase 240 mil eleitores de Ponta Grossa devem escolher seus representantes aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador.


Ouça o áudio da notícia:


Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

- Ponta Grossa

- Paraná

- Brasil 

Ligue

Fone: (42) 3028-1300

Whats: (42) 99994-1011 

Email

jornalismo@cbnpg.com.br

Contato Comercial

opec@cbnpg.com.br