top of page
  • CBN Ponta Grossa

Em Castro, Ratinho Junior afirma que desestatização da Copel não vai impactar na tarifa de energia

Declaração foi dada nesta quinta-feira (10) em entrevista coletiva durante o Agroleite, evento do setor leiteiro que acontece em Castro, nos Campos Gerais.

Foto: Rodrigo Felix Leal/AEN

O governador Ratinho Junior (PSD) afirmou que a desestatização da Copel não vai impactar na tarifa de energia no Paraná. A declaração foi dada nesta quinta-feira (10) em entrevista coletiva durante o Agroleite, evento do setor leiteiro que acontece em Castro, nos Campos Gerais.


De acordo com o governador, o ajuste do custo da tarifa é de responsabilidade da Agência Nacional de Energia Elétrica.


A Companhia Paranaense de Energia (Copel) é a maior empresa do Estado do Paraná e figura entre as maiores companhias elétricas do Brasil. O atendimento chega em cerca de 4,5 milhões de unidades consumidoras.


O processo de venda das ações da empresa deve ser finalizado nesta sexta-feira (11). A reserva terminou em um aporte de R$ 4,5 bilhões. Com a venda, o governo do Estado deixa de ser o maior acionista da companhia e deve ficar com participação entre 15% e 17% do capital social.


Se a comercialização de um lote suplementar for concluída, a arrecadação pode chegar a R$ 5,2 bilhões. Ratinho Junior disse que o governo está satisfeito com as negociações.


O governador destacou que o governo vai continuar tendo participação na empresa. Durante a entrevista, o governador Ratinho Junior também falou sobre a manutenção do Programa Energia Solidária, que fornece energia para cerca de 360 mil famílias de baixa renda no Estado.


O valor recebido com a venda das ações deve ser aplicado em investimentos no estado. Apesar de não ser o acionista majoritário, o governo estadual terá direito à Golden Share, ação com poder de veto em decisões da companhia.


Ouça:



bottom of page