• Redação

Neta de Hugo Reis grava depoimento sobre o jornalista que atuou em Ponta Grossa

Ela relata a origem do jornalista, o contexto familiar e o seu envolvimento com a criação do Diário dos Campos.

Parte do acervo do jornalista Hugo Reis já está disponível na internet, através do repositório on-line Memórias Digitais do Museu dos Campos Gerais.


Reis foi um dos mais importantes jornalistas ponta-grossenses e dá nome aos Arquivos Históricos do Museu da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).


Hugo Reis atuou como redator principal e chefe de redação do primeiro jornal da cidade, ‘O Progresso’, de 1910 a 1912 e do Diário dos Campos, de 1913 a 1920.


Segundo o Museu, entre as pautas abordadas pelo jornalista no período estão a Primeira Guerra Mundial, o saneamento básico, a educação, a abertura de estradas e as campanhas políticas.


Reis também se destacou na cobertura da Guerra do Contestado, tornando-se fonte de informação para outros jornais da época.


Na semana passada, a neta de Hugo Reis, Ana Maria Tebar, gravou um depoimento para o Museu dos Campos Gerais em que relata curiosidades sobre o avô.


Ouça abaixo


No depoimento, ela relata a origem do jornalista e o contexto familiar. Além de seu envolvimento com a criação do Diário dos Campos. O depoimento completo está disponível no site do Museu.


Ouça: