top of page
  • Ricardo Silveira

Operário empate em casa e fica perto do Z4

Fantasma não saiu do zero a zero com o Tombense na abertura do returno da Série B

(Foto: André Jonsson/OFEC).

Os 3.667 torcedores que foram ao estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, voltaram para casa decepcionados com o que viram. Um frutstrante 0 a 0 do Operário Ferroviário com o Tombense na noite desta segunda-feira, 25, em jogo válido pela 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.


O jogo


De forma interina, Sandro Forner técnico do Sub-20 comandou a equipe à beira do gramado. Claro, o tempo de treinamento foi escasso, mas, o que se viu em campo foram os mesmos erros de jogos anteriores.


Algumas alterações aconteceram como a entrada de Rhapinha na lateral esquerda no lugar de Fabiano. Javier Reina ficou como opção no banco de reservas e coube a Pavani ser o responsável pela criação de jogadas.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

Porém, a composição de meio-campo mais leve com Ricardinho, Thomas Bastos, Paulo Victor e Pavani, não fluiu. Foram raras as jogadas de criação e em boa parte do jogo, o primeiro ficou sobrecarregado, ora marcando, ora tentando criar alguma jodada de ataque.


Silvinho foi outro que sentiu o peso de acumulo de funções dentro de campo. Além de atuar pela esquerda como atacante, por diversas vezes precisou voltar para marcar.


Já o Tombense tentava explorar contra-ataques com Zé Ricardo, Nenê Bonilha e Jean Lucas. Mas, faltava caprichar no último passe ou até mesmo em algumas finalizações da equipe visitante.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

Para o segundo, o interino Sandro Forner alterou o Operário, promovendo a entrada de Javier Reina no lugar do apagado Pavani. Se não foi brilhando, o colombiano conseguiu ser mais criativo que ser companheiro.


O tempo passava e a insatisfação da torcida ia aumentando, mesmo incentivando em praticamente todo o jogo. Mas, o Fantasma não correspondia dentro de campo e ao final com o 0 a 0 no placar as vaias foram inevitáveis.


Com o resultado, o Operário está a um ponto da zona de rebaixamento à Série C do brasileirão. O Fantasma que está em décimo sexto lugar tem 21 pontos, contra 20 do CSA que abre a zona de descenso da competição.


O que vem por aí...


Nesta terça-feira, 26, uma coletiva de imprensa acontece na sede do clube. O presidente do Grupo Gestor do Operário Ferroviário, Álvaro Góes vai se manifestar. Fica a possibilidade da confirmação de um novo técnico, ou outra decisão da diretoria.


Já o próximo jogo acontece no sábado, 30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas contra a Ponte Preta.


FICHA TÉCNICA


Operário 0x0 Tombense

Local: Estádio Germano Kruger, Ponta Grossa

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)

Assistente 1: Alex Ang Ribeiro (SP)

Assistente 2: Jorge Eduardo Bernardi (RS)

Quarto árbitro: Gustavo Nogas (PR)

Árbitro de vídeo (VAR): Adriano de Assis Miranda (SP)

Cartões amarelos: Ricardinho (Operário), Joseph, Everton Galdino (Tombense)

Público Pagante: 3.481

Público Livre: 186

Total Geral Público: 3.667

Renda Total: R$ 52.667,50


OPERÁRIO: Vanderlei; Arnaldo, Thales, Reniê e Raphinha; Ricardinho, Tomas Bastos (André Lima 21'/2T) e Giovanni Pavani (Reina 13'/2T); Paulo Victor, Júnior Brandão (Paulo Sérgio 21'/2T) e Silvinho. Técnico: Sandro Forner (interino)


TOMBENSE: Felipe Garcia; Diego Ferreira (Marcondes 31'/2T), Joseph, Roger Carvalho e Manoel; Rodrigo (Guilherme Rend 40'/2T), Zé Ricardo e Nenê Bonilha (Kleiton 40'/2T); Jean Lucas, Everton Galdino (Renatinho 40'/2T) e Ciel (Bruno Mota 16'/2T). Técnico: Bruno Pivetti

Comments


bottom of page