top of page
  • Ricardo Silveira

Operário perde em casa para líder Cruzeiro

Fantasma acumulou segunda derrota seguida na Série B

(Foto: André Jonsson/OFEC).

O Operário Ferroviário foi derrotado na noite desta sexta-feira, 4, Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, pelo líder Cruzeiro por 2 a 1. A partida deu sequência a 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.


Com a vitória o Cruzeiro ampliou a vantagem na liderança com 25 pontos, sete à mais que o vice-líder Sport que já atuou na rodada. Já o Fantasma, momentaneamente é o sétimo colocado com 12 pontos.


O jogo


Antes da bola rolar uma surpresa na escalação do Operário. O técnico Claudinei Oliveira optou por uma formação mais cautelosa, com três zagueiros. É, mas a opção não foi nada efetiva para o Fantasma.


Os primeiros 45 minutos de jogo foram 'brigados" com ambas as equipes concentrando as ações no meio-campo.


O melhor lance da primeira etapa foi uma cobrança de falta de Paulo Sérgio. A bola acertou o travessão do goleiro Rafael Cabral.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

Para a etapa final, o Cruzeiro voltou com uma alteração. O atacante Edu entrou na vaga de Adriano e conseguiu atrair a marcação adversária. Marcação essa que com o passar o tempo foi demonstrando falha.


Ainda no primeiro tempo, falhas do trio de zagueiros do Fantasma formado por Alemão, Thales e Reniê. Falhas essas que se repetiram na etapa final, e ganhando mais intensidade.


Logo aos 7 minutos, Jajá passou como quis pela zaga do Fantasma, a bola sobrou para o lateral Pais finalizar na saída de Vanderlei.


Dois minutos depois, o empate do Operário com Silvinho que aproveitou finalização de Paulo Sérgio, o zagueiro cortou parcialmente e a bola sobrou para o atacante mandar para as redes.


Quando parecia que o Operário poderia dominar o jogo empurrado pela torcida o castigo. O Cruzeiro aproveitou contra-ataque com a zaga do Fantasma toda aberta e voltou à frente do marcador. Jajá recebeu na área e chutou na saída do goleiro.


Buscando ter equilíbrio no jogo e ser mais perigoso no jogo, Claudinei Oliveira alterou o Operário. Saraiva, Pavani, Chorão e Oller entraram, mas pouco conseguiram mudar a história da partida.


A desorganização do Fantasma foi evidenciada com a discussão entre Claudinei Oliveira e o meio-campo Marcelo Oliveira. A turma do "deixa disso" precisou entrar em ação para acalmar os ânimos da dupla.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

O placar poderia ser mais elástico para os mineiros, mas, Vanderlei com bela defesa frustrou os planos do ataque cruzeirense.


A torcida que foi ao estádio saiu frustrada com o resultado, mas, principalmente com a atuação do Operário que mais uma vez deixou a desejar.


O que vem por aí...


O Operário Ferroviário volta à campo na próxima segunda-feira, 6, para enfrentar o Guarani, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas.


O jogo tem início às 20 horas e terá transmissão ao vivo da CBN Ponta Grossa.


FICHA TÉCNICA


CAMPEONATO BRASILEIRO - SÉRIE B

OPERÁRIO 1x2 CRUZEIRO

ESTÁDIO: Germano Krüger, em Ponta Grossa

Árbitro: Ramon Abatti Abel (CBF/SC)

Cartões amarelos: Cruzeiro (Zé Ivaldo, Willian Oliveira e Jajá); Operário (Alemão)

Gols: Cruzeiro (Pais, 7' 2ºT/Jajá, 12' 2ºT); Operário (Silvinho, 9' 2ºT)


Operário: Vanderlei, Arnaldo, Thales, Alemão (Felipe Saraiva), Reniê, Raphinha, Fernando Neto (Giovanni), Ricardinho (Rafael Oller), Marcelo (Rafael Chorão), Silvinho e Paulo Sérgio. Técnico: Claudinei Oliveira.


Cruzeiro: Rafael Cabral, Zé Ivaldo, Willian Oliveira, Brock, Pais, Adriano (Edu), Neto Moura, Canesin (Pedrão), Jajá (Rodolfo), Bidu (Rafael Santos) e Rafa Silva (Pedro Castro). Técnico: Paulo Pezzolano

コメント


bottom of page