• Ricardo Silveira

Operário volta a vencer e respira na Série B

Fantasma venceu o Náutico com gol aos 45 minutos do segundo tempo

(Foto: André Jonsson/OFEC).

Alguns torcedores já deixavam o estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa e o cenário caminhava para frustração. Mas, aos 45 minutos do segundo, Kalil marcou e o Operário Ferroviário venceu o Náutico por 1 a 0 nesta sexta-feira, 5, em jogo válido pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.


O Fantasma não vencia desde a 15ª rodada quando superou a Chapecoense por 2 a 1 no dia 27 de junho.


O jogo


O técnico Matheus Costa surpreendeu na escalação inicial. Alçou entre os titulares Rafael Chorão e Felipe Garcia, esse não era titular desde o Campeonato Paranaense. Outra mudança foi na zaga optando pela entrada de William Machado no lugar de Reniê.


É, mas a formação mostrou pouca ação principalmente pelo meio-campo. Foram raros os momentos que Thomas Bastos foi acionado e muito menos possibilidades de buscar jogo.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

O Operário insistiu em jogadas pelos lados com Paulo Victor e Felipe Garcia. Uma possível "dobradinha" pela direita pouco aconteceu. O cartão amarelo que levou logo no início do jogo comprometeu o jogo de Arnaldo, reconhecidamente um lateral ofensivo do Fantasma.


Rafael Chorão que recebeu nova oportunidade no meio-campo teve dificuldades no passe e principalmente nas inversões de jogo acionando os jogadores de lado do Fantasma.


O Náutico por sua vez, se posicionava bem pelos lados e era pouco agressivo contra o gol do Operário.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

Para o segundo, Matheus Costa promoveu a saída de Thomas Bastos, único articulador da equipe apara a entrada de Fernando Neto. Na coletiva de imprensa o treinador justificou a mudança como opção tática e concluiu que os preteridos Javier Reina e Pavani vão receber oportunidades nos próximos jogos.


Na etapa final, o Operário buscou mais o jogo pelo meio-campo. Fernando Neto melhorou sensivelmente o setor. A questão que os demais companheiros seguiam com as mesmas dificuldades dos primeiros 45 minutos.


Leandrinho e Jean Carlo entraram no jogo e pelo menos se apresentaram como opções de mobilidade para a equipe.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

Mas, foi Kalil que tirou o grito de gol da torcida do Operário. O atacante que em boa parte dos minutos que esteve em campo foi deslocado para o lado do campo, aos 45 minutos, na área recebeu passe e chutou cruzado sem chances de defesa para o goleiro Lucas Perri.


Era o alívio do jogador e principalmente da torcida que voltou a comemorar uma vitória do Operário na temporada.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

O que vem por aí...


O Operário Ferroviário volta à campo na próxima terça-feira, 9, contra o Grêmio na Arena em Porto Alegre. O jogo começa às 19 horas.


A CBN Ponta Grossa transmite ao vivo a partir das 18 horas.


FICHA TÉCNICA

OPERÁRIO 1x0 NÁUTICO

Local: Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)

Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Bruno Muller (SC)

Gol: Kalil, aos 45’ do 2ºT (Operário)

Cartões amarelos: Arnaldo, Thales (Operário) | Jean Carlos (Náutico)

Público Pagante: 3.794

Público Livre: 84

Outros (imprensa): 40

Total Geral Público: 3.918

Renda Total: R$ 61.525,00


OPERÁRIO: Vanderlei; Arnaldo, Thales, Willian Machado (Reniê) e Fabiano; Ricardinho, Rafael Chorão (Leandrinho) e Tomas Bastos (Fernando Neto); Paulo Victor, Felipe Garcia (Kalil) e Getterson (Jean Carlo). Técnico: Matheus Costa


NÁUTICO: Lucas Perri; Victor Ferraz, Wellington, João Paulo e João Lucas (Júnior Tavares); Jobson (Jonathas Jesus), Souza (Thomaz) e Jean Carlos; Pedro Vitor, Júlio Vitor (Geuvânio) e Kieza. Técnico: Elano