top of page
  • CBN Ponta Grossa

Renato Feder vai assumir Educação de São Paulo; dois nomes são cotados para sucessão no Paraná

Anúncio oficial deve ser feito na próxima semana. Nomes de Roni Miranda e Luizão Goulart são cotados para assumir a pasta no Paraná.

Foto: Divulgação/Seed

O secretário de Educação e do Esporte do Paraná, Renato Feder, deve assumir a Educação do estado de São Paulo a partir do ano que vem. Ele aceitou o convite do governador eleito Tarcísio de Freitas (Republicanos) e vai permanecer no Paraná até o fim deste ano.


A informação foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo e confirmada pela CBN Ponta Grossa. Fontes do Palácio do Iguaçu confirmaram que Feder já informou ao governador Ratinho Junior (PSD) que vai deixar o cargo e auxilia na definição de um novo nome para o estado.


O anúncio oficial deve ser feito pelo governador na próxima semana. Renato Feder assumiu a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte do Paraná no início do primeiro mandato de Ratinho em 2019.


O gestor é de São Paulo e tem formação em administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é mestre em economia pela Universidade de São Paulo (USP). O período à frente da secretaria de Educação foi marcado por parcerias público-privadas na rede pública e a implantação de escolas cívico-militares.


Além da informatização do sistema e a adoção de aulas on-line durante a pandemia da Covid-19. Outro destaque foram as aulas de empreendedorismo, programação e educação financeira. Em 2020, Feder foi cotado para o Ministério da Educação do governo do presidente Jair Bolsonaro.


Conforme apuração da CBN Ponta Grossa, o desempenho do estado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi um dos fatores que chamou a atenção de Tarcísio de Freitas em São Paulo. Segundo o Governo Federal, o Paraná obteve a maior média do país no Ideb de 2021, com índice de 4,6.


Pesou na decisão de Feder, segundo apuração, o fato de a família residir em São Paulo, já que o secretário é natural do estado.


Nomes cotados


O nome mais forte para a sucessão de Renato Feder é o do atual diretor de educação da Secretaria, Roni Miranda. Ele é considerado o braço direito do secretário e visto como um nome técnico que representaria a continuidade da gestão. Além de ser bem visto por setores da Assembleia Legislativa do Paraná.


Outro nome é o do ex-prefeito de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, Luizão Goulart. A nomeação representaria uma mudança na condução da pasta e seria uma sinalização à APP Sindicato, entidade que representa os professores estaduais. Goulart foi filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) quando foi prefeito e atualmente é deputado federal pelo Solidariedade.


Comments


bottom of page