• Redação

Reservatórios de água de PG estão com nível abaixo do normal

Segundo a Sanepar, a Represa de Alagados está com 30,8% de seu volume útil e o rio Pitangui está com sua vazão reduzida em cerca de 70%.


O Paraná tem chuvas abaixo da média histórica desde junho de 2019, segundo relatórios do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar). Os levantamentos do Simepar também apontam que o volume de chuvas no Estado ficará abaixo da média normal no período que varia de três a seis meses.


Para o meteorologista do Simepar, Reinaldo O. Kneib, a situação de seca em Ponta Grossa deve se estender nos próximos meses. “Estamos vivenciando uma seca que impacta em diversos setores, tanto social (abastecimento) quanto econômicos (agricultura, geração de energia elétrica entre outros). Em relação à severidade, isso depende muito de cada setor. A previsão para o outono indica chuva na média a abaixo da normal, então ainda vamos verificar seca nos próximos meses, inclusive Ponta Grossa”, afirma.


Segundo a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), a Represa de Alagados está com 30,8% de seu volume útil e o rio Pitangui está com sua vazão reduzida em cerca de 70%. Conforme a Companhia, a Represa é responsável por 30% do abastecimento de Ponta Grossa e o rio Pitangui pelos outros 70%.


Para a gerente geral da Sanepar na região Sudeste, Jeanne Schmidt, a captação da água nos reservatórios do município está em fase crítica. “Nos meses de março e abril, historicamente chove em média 100 mm. Nesses mesmos meses em 2020 nós tivemos apenas 30% desse volume”, pontua. Em abril, conforme o Simepar, o volume de chuva registrado foi de 51,2 mm para uma média de 90,5 mm.


A estimativa da Sanepar é de que, sem chuva, ainda seja possível manter o fornecimento de água regular no município até o fim do mês. Jeanne destaca que a situação piora em virtude da pandemia da Covid-19. “Em Ponta Grossa nós tivemos um aumento de consumo em torno de 9% em razão da pandemia, onde as pessoas acabam fazendo uma higienização melhor”, ressalta.


Conforme a Sanepar, há a possibilidade de racionamento no fornecimento de água em Ponta Grossa e outras cidades do Estado.


Imagem: Fábio Matavelli - Diário do Campos/Divulgação


Ouça o boletim:



Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

Ponta Grossa - PR

Ligue

Fone: 42 - 3028 1300

Whats: 42 9 9994 1011