top of page
  • CBN Ponta Grossa

Servidores aceitam proposta da prefeitura e encerram paralisação em Ponta Grossa

A paralisação começou na segunda-feira (07) com adesão de cerca de 2.500 servidores, segundo o Sindicato dos Servidores Municipais.

Foto: Thailan Jaros/CBN Ponta Grossa

A greve dos servidores municipais de Ponta Grossa terminou nessa quarta-feira (09), depois de três dias de paralisação. Os profissionais aceitaram uma proposta da prefeitura e retornaram ao trabalho.


A paralisação começou na segunda-feira (07) com adesão de cerca de 2.500 servidores, segundo o Sindicato dos Servidores Municipais. Eles pediam o reajuste salarial de 10% e um vale alimentação. Eram profissionais de vários setores, principalmente da educação.

Durante os três dias, os manifestantes se reuniram em frente à prefeitura.


A administração apresentou três contrapropostas para a data-base. Os servidores aceitaram a que propõe um vale alimentação de R$ 300, que será implantado em abril e 2% de reposição sobre todas as verbas, que começa a ser pago em setembro.


Conforme a prefeitura, a proposta representa um ganho real, a depender da remuneração de cada servidor, que pode chegar a 21% até o final deste ano. O cargo de assistente de educação, segundo a gestão, terá ganho efetivo de 19,01%, para os serventes escolares o índice chega a 18,45% e professor de 20 horas deve alcançar os 16,73%.


A gestão afirmou que não vai descontar os três dias não trabalhados dos servidores.


A greve, que começou na segunda-feira, afetou serviços de diversos setores do município. Conforme a prefeitura, 57 escolas não funcionaram no período. Além disso, 17 Unidades Básicas de Saúde tiveram o atendimento comprometido.


Os atendimentos e a campanha de vacinação contra a Covid-19 não foram afetados. A paralisação também suspendeu o programa Feira Verde. A prefeitura tem cerca de 8 mil funcionários públicos.

Comments


bottom of page