top of page
  • CBN Ponta Grossa

TRE rejeita liminar e confirma revogação da candidatura de Cesar Silvestre Filho ao Senado

Direção nacional do PSDB revogou a candidatura do paranaense e declarou apoio a Alvaro Dias (Podemos); Candidatura tinha sido aprovada pela direção estadual.

Foto: Prefeitura de Guarapuava

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná rejeitou, nesta segunda-feira (15), o pedido de Cesar Silvestre Filho (PSDB) para manter a candidatura ao Senado nas Eleições deste ano. Silvestre teve a candidatura oficializada pela direção estadual do partido em convenção no dia 20 de julho.


No entanto, a direção nacional do partido revogou a candidatura no dia 03 de agosto e declarou apoio a Alvaro Dias (Podemos). A resolução da direção nacional do partido determinou a coligação entre a Federação PSDB-Cidadania no Paraná e o Podemos.


O documento foi assinado pelo presidente da Federação Bruno Araújo. A defesa de Cesar Silvestre Filho entrou com uma liminar para reverter a decisão. Ele defende a anulação da decisão da Executiva Nacional do partido, já que a candidatura ao Senado no Paraná foi aceita por aclamação durante a convenção estadual.


Nesta segunda-feira (15), o colegiado do TRE decidiu rejeitar o pedido com três votos contrários e dois favoráveis. Conforme a relatora do processo, desembargadora federal Claudia Cristofani, não houve representatividade da Federação Estadual PSDB-Cidadania na ação.


A assessoria do partido ainda não se manifestou sobre a possibilidade de recurso para instâncias superiores. O ex-prefeito de Guarapuava foi um dos primeiros pré-candidatos a ter o nome aprovado pelos partidos no Paraná. Ele havia anunciado a candidatura ao governo do estado, mas desistiu e anunciou que disputaria o Senado.





Yorumlar


bottom of page