• Redação

Obras na Avenida Souza Naves têm previsão para começar em junho

Dois trechos foram escolhidos para organizar o trânsito da região. O km 173 e o km 180, em razão do registro elevado de acidentes de trânsito.



A CCR-Rodonorte apresentou duas propostas de engenharia para obras na Avenida Souza Naves, em Ponta Grossa, na tarde dessa quinta-feira (23). A reunião técnica de apresentação dos projetos foi organizada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR).


Segundo o DER, as obras são resultado do acordo de leniência entre a concessionária e o Ministério Público Federal, firmado no final do ano passado. Ao todo são R$ 750 milhões até o final da concessão, sendo R$ 365 milhões para a execução de obras e outros R$ 350 milhões para arcar com redução em 30% da tarifa de todas as praças de pedágio por ela operadas, e pagamento de multa para o Estado no valor de R$ 35 milhões.


De acordo com um estudo da Polícia Rodoviária Federal, de 2010 a 2020 foram registradas 72 mortes ao longo da Souza Naves. Os dados mostram que a maioria dos acidentes acontece com veículos que cruzam a rodovia. A PRF também chamou a atenção para o registro de atropelamentos na via. Somente em 2019, sete pessoas morreram atropeladas.


Segundo os engenheiros da CCR, dois trechos foram escolhidos para organizar o trânsito da região. O Km 173 e o Km 180, em razão do registro elevado de acidentes de trânsito.


Conforme o projeto, na altura do Km 173, entre a Rua João Donatílio Corrêa Ferreira e a Avenida Lions Club, será construído o Viaduto Sabará. "Serão quatro pistas centrais rebaixadas para o tráfego de longa distância, quatro pistas elevadas nas marginais para o tráfego local e interligadas pelo viaduto, além de ciclofaixa e passeios". Já no Km 180 deve ser construído o Viaduto Bocaína. "Neste caso serão quatro pistas centrais elevadas para o tráfego de longa distância e quatro pistas rebaixadas nas marginais interligadas pela trincheira do viaduto, com passagem para pedestres". Em ambos os casos a faixa de domínio dos trechos não sofrerá alterações, ou seja, não serão necessárias desapropriações.


A reunião ocorreu com a presença virtual de proprietários de empresas que ficam nas margens da Avenida e representantes da concessionária. A previsão é de que as obras comecem em junho deste ano. Já que o prazo para término é novembro de 2021, data em que acaba a concessão da empresa nesses trechos. O valor total soma cerca de R$ 55 milhões.


(Imagem: CCR Rodonorte/Divulgação)


Ouça a matéria:


Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

Ponta Grossa - PR

Ligue

Fone: 42 - 3028 1300

Whats: 42 9 9994 1011