top of page
  • CBN Ponta Grossa

Justiça aceita denúncia e homem vira réu por matar jovem e incendiar casa em Ponta Grossa

Réu roubou objetos e matou a mulher com golpes de arma branca e em seguida incendiou a casa dela.


O homem suspeito de matar a jovem Mariele Bueno Pires em Ponta Grossa virou réu pelos crimes de latrocínio e incêndio. De acordo com a denúncia do Ministério Público, Carlos Alberto Dias Domingues matou a mulher e incendiou a casa dela.


O caso aconteceu no final de agosto no bairro Neves. Conforme as investigações, o homem entrou na casa da vítima depois que viu o marido dela saindo para trabalhar. Mariele, de 20 anos, estava sozinha na residência. O suspeito roubou objetos e matou a mulher com golpes de arma branca.


Imagens de câmera de monitoramento mostram que ele retornou ao local do crime horas depois da morte para roubar outros objetos. Por volta das 12h, ele ateou fogo na casa, segundo a Polícia, para esconder os rastros do crime.


Moradores viram a fumaça pelo telhado da casa e acionaram o Corpo de Bombeiros. As equipes arrombaram a porta e após controlarem as chamas encontraram a mulher morta em um quarto. Ela estava ao lado da cama somente com a parte de cima das roupas.


Segundo a Polícia Militar, Mariele apresentava vários ferimentos na região do tórax e próximo ao pescoço. O suspeito foi preso e confessou o crime à Polícia Civil. De acordo com a denúncia, o réu roubou uma caixa de som, uma calça, um kit de barbear, um notebook, um cofre, um aparelho celular e um cartão bancário da vítima.


Carlos Alberto Dias Domingues está preso há 20 dias. Ele tem histórico de crimes de furto, roubo, violência doméstica, corrupção de menores, e é investigado ainda pela prática de estupro.



Comments


bottom of page