• Redação

Hospitais privados devem informar disponibilidade de leitos ao governo do Estado

Unidades também precisam apresentar um Plano de Contingência para o enfrentamento da Covid-19.

Os hospitais privados do Paraná devem informar a disponibilidade de leitos na Central de Acesso à Regulação do Paraná.


De acordo com um decreto publicado na segunda-feira (28) pelo governador Ratinho Junior, as instituições também devem registrar os atendimentos a pacientes suspeitos ou confirmados para a Covid-19.


Conforme o decreto, a atualização das informações deve ser feita duas vezes ao dia. Até agora, as informações de ocupação e disponibilidade de leitos particulares eram repassadas somente por Curitiba.


As unidades também precisam apresentar um Plano de Contingência para o enfrentamento da Covid-19.


O Plano deve prever que pelo menos metade da capacidade operacional dos leitos privados clínicos e cirúrgicos não SUS e leitos de UTI adulto e pediátrico informados no Sistema de Cadastro Nacional sejam remanejados para o atendimento exclusivo dos casos suspeitos e confirmados da doença.


A orientação não se aplica a leitos de obstetrícia, oncologia, cardiologia, nefrologia, oftalmologia e traumatologia, nos casos de procedimentos cirúrgicos essenciais.


Ouça: